;
Novembro 25, 2022

A importância de uma boa associação ao manuseamento

Acariciar ou abraçar o nosso cão é algo divertido para os dois, mas quando se trata de cuidar da saúde ou de outras formas de manusear (como escovar os dentes, verificar se tem pulgas, etc), muitos cães fogem para se esconderem. Na maior parte das vezes ignoramos ou damos pouca importância a criar uma boa associação a esse desconforto (manuseamento). Cães que aceitam serem tocados têm menos probabilidade de morderem, pois a maior parte dos cães, a não ser que tenham sido treinados, sentem-se desconfortáveis com o toque em certas situações. Nomeadamente quando falamos de cães de canil que, muitas vezes, sofreram maus tratos ou as suas experiências com humanos não foram as melhores. “Trabalhar o cão” para que se sinta confortável quando manuseado vai ser uma mais valia em várias situações que, por si só, já poderiam causar stress. Ensinar o cão a aceitar ser tocado facilmente vai tornar estas situações mais seguras para si assim como para os profissionais da área. Quando o nosso cão vai ao veterinário ou aos groomers, é normal que essa experiência possa ser stressante para ele e, ser capaz de lidar com o cão em segurança é fundamental para uma visita bem sucedida. Conseguirão reconhecer isso se forem vocês próprios a cuidar da higiene do vosso cão. Além disso, tocar no cão causa a libertação da ocitocina, que o ajuda a acalmar. A ocitocina também é libertada em humanos quando estes estão em contacto com cães. Esta é uma das razões pelas quais utilizamos cães para terapias assistidas por animais. Esta associação positiva ao toque vai permitir estar mais atento à saúde do seu cão, proporcionar-lhe calma e um vínculo de confiança maior com o seu companheiro.

Mais Notícias!

Novembro 14, 2022 Trabalho em contexto real

Já pensaste em adotar um dos nossos patudos?

Ver Mais
Em treino

Lara

Santuário Animal Vida Boa 4 ano(s) Fêmea